Apesar do avanço da Covid-19, metade das grandes cidades do Brasil retoma atividades

Apesar de metade das grandes cidades do Brasil relaxar as medidas de isolamento social, a pandemia da Covid-19 só apresentou recuo em 43% destes municípios. Em 57% destes locais houve aumento ou estabilidade nos casos do novo coronavírus

(Foto: agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Apesar de metade das grandes cidades do Brasil relaxar as medidas de quarentena e de isolamento social, a epidemia da Covid-19 só apresentou recuo em 43% destes municípios. Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, em 57% destes locais, foi registrada alta ou estabilidade no diagnóstico de novos casos, mas em um nível considerado alto. 

Nesta linha estão capitais como Campo Grande, que retomou as atividades dos postos de trabalho em meio à pandemia. O município fechou o comércio em julho e hoje apresenta estabilidade nos casos de Covid-19. Em Manaus, Porto Velho, Rio Branco, Boa Vista e São Luís, a curva apresenta queda, mas a situação ainda não é considerada sob controle. 

A reportagem observa que o Brasil tem hoje um dos maiores índices de retorno aos postos de trabalho, à frente de países como Argentina, Colômbia, México e Chile. Um das exceções é o Uruguai, que registra um retorno proporcional maior, mas o país registra 42 mortes, uma taxa de mortalidade de 1,2 apor 100 mil habitantes. O Brasil tem cerca 1 mil novas mortes e 40 mil novos casos diários. A taxa de mortalidade é de 55,5 a cada 100 mil habitantes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email