Brasil já tinha mortes por Covid-19 antes do Carnaval, aponta estudo da Fiocruz

Estudo estima primeira morte no fim de janeiro e transmissão comunitária no início de fevereiro

(Foto: TATIANA FORTES/ GOV. DO CEARA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com AFP - O vírus do novo coronavírus já circulava pelo Brasil pelo menos desde o início de fevereiro, antes do carnaval e da detecção oficial do primeiro caso, segundo um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Segundo o estudo, a Covid-19 "começou a se espalhar (no país) aproximadamente na primeira semana de fevereiro", 20 dias antes do primeiro diagnóstico oficial em São Paulo e 40 dias antes de que a transmissão comunitária fosse confirmada.

De acordo com o coordenador do estudo na Fiocruz, Gonzalo Bello, a descoberta foi feita graças uma metodologia estatística seguido da testagem retrospectiva de pacientes. 

A organização mirou nas pessoas que morreram em decorrência de uma Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), mas que ainda não tinham sido diagnosticados no momento do óbito.

Enquanto países da Europa e da América "observavam os passageiros e confirmavam os primeiros casos importados da Covid-19, a transmissão comunitária (quando já não se é possível rastrear a origem do contágio) já estava acontecendo" no Brasil, explicou a fundação, referência em saúde pública na América Latina.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247