Brasil tem 21 capitais com mais de 90% dos leitos de UTIs ocupados, diz levantamento

Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Rio Branco (AC) e Porto Velho (RO), por exemplo, estão com lotação máxima nos leitos. Somente duas capitais brasileiras têm uma taxa menor de 80% de ocupação: Manaus e Boa Vista. As duas principais capitais do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro, estão com 90% e 93% dos leitos ocupados, respectivamente

Hospital Sírio Libanês (SP)
Hospital Sírio Libanês (SP) (Foto: Reuters/Ricardo Moraes)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pelo menos 21 capitais brasileiras apresentam mais de 90% dos leitos públicos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ocupados com casos críticos da doença. Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Rio Branco (AC) e Porto Velho (RO) estão com lotação máxima nos leitos. Os hospitais do Mato Grosso do Sul estão com 106% de ocupação e, em consequência, parte dos infectados ficaram sem atendimento na UTI. O levantamento foi publicado pelo jornal Folha de S.Paulo.

A capital do Acre continua com todos os seus leitos ocupados e nove pacientes estão à espera de transferências para outros hospitais. As duas unidades voltadas para o Covid-19 na cidade estão com suas UTIs cheias. Uma delas teve 130% de ocupação na última semana.

A pesquisa mostrou que somente duas capitais brasileiras têm uma taxa menor de 80% de ocupação: Manaus (77%) e Boa Vista (48%). 

As duas principais capitais do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro, estão com 90% e 93% dos leitos ocupados, respectivamente. 

Números catastróficos

Nessa terça-feira (6), dados oficiais apontaram que, nas 24 horas anteriores, o Brasil registrou 4.211 mortes por Covid-19, batendo pela primeira vez a trágica marca de 4 mil óbitos anotados em um só dia.

De acordo com a plataforma Worldometers, que disponibiliza números globais sobre a pandemia, o Brasil registrou, até esta quarta-feira (7), o segundo lugar em número de infectados (13,1 milhões), atrás apenas dos Estados Unidos (31,5 milhões). 

O governo brasileiro também contabilizou, até o momento, a segunda maior quantidade de mortes provocadas pela Covid-19 (337 mil). Nessas estatísticas os EUA anotaram 570 mortes.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email