China reafirma segurança máxima no laboratório de Wuhan

O diretor do laboratório chinês sediado em Wuhan, primeiro epicentro da pandemia de coronavírus, reafirma que a instituição trabalha sob rigorosas normas de segurança

Laboratório de Wuhan (China)
Laboratório de Wuhan (China) (Foto: Prensa Latina)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O laboratório de Wuhan trabalha com padrões de segurança máxima, afirma seu diretor, Yuan Zhiming. Segundo o especialista, a aplicação dos protocolos de segurança, juntamente com a construção de paredes de aço inoxidável e a instalação de modernas tecnologias para filtrar o ar e a água residual, ajudam a evitar possíveis vazamentos de vírus no local.

Ele comentou sobre o rigoroso processo de seleção, autorização e supervisão do trabalho dos cientistas, que são obrigados a verificar constantemente sua saúde física e mental e a devida proteção durante o trabalho.

Ele também mencionou que o laboratório possui sistemas de resposta a emergências e a cada ano recebe uma avaliação de equipes nacionais e internacionais.

Da mesma forma, Yuan negou relatórios sobre a suposta interrupção temporária das operações no país em 2019, esclarecendo que o sistema de filtragem de ar não parou de funcionar desde que o centro foi aberto em janeiro de 2018.

O laboratório de virologia de Wuhan é o primeiro da Ásia com o nível mais alto ou P4 e um dos poucos no mundo capaz de estudar os patógenos do HIV, Ebola e H1N1, entre outros.

A China refutou repetidamente as acusações dos Estados Unidos que sugerem o centro como a fonte do novo coronavírus, e garantiu que Washington está buscando obter apoio político e desviar a atenção de sua má gestão da pandemia, informa a Prensa Latina.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247