Cientistas alertam que Covid-19 pode acarretar sequelas permanentes

Pesquisadores afirmam que o coronavírus pode atacar diferentes órgãos e causar problemas por muitos anos

(Foto: REUTERS/Ivan Alvarado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os problemas respiratórios são os primeiros problemas conhecidos da Covid-19. No entanto, os cientistas identificaram outras consequências da doença que podem afetar diferentes órgãos e deixar sua marca por anos. 

Eric Topol, cardiologista e diretor do Instituto de Pesquisa Translacional Scripps, em La Jolla (Califórnia, EUA), afirmou que o novo coronavírus também ataca outros órgãos, como pâncreas, coração, fígado, cérebro e os rins, entre outros. 

Além disso, o coronavírus é capaz de gerar distúrbios na coagulação do sangue, ser uma possível causa de derrames e inflamações extremas que podem afetar várias partes do corpo. Entre os problemas neurológicos mencionados estão dores de cabeça, tonturas, perda de olfato e / ou paladar, confusão, convulsões, fraqueza ou dor muscular. Eles notaram que a recuperação desses sintomas é lenta, dispendiosa e pode não ser completa, afetando a qualidade de vida futura.

Nesse sentido, Igor Koralnik, chefe de doenças neuroinfecciosas da Northwestern Medicine, em Chicago, disse que cerca de metade dos pacientes com coronavírus sofrem de sequelas neurológicas, e começou a estudar se essas dificuldades são temporárias ou permanentes.

Leia reportagem completa em Russia Today. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247