Cientistas chineses dizem ter desenvolvido vacinas contra coronavírus em testes com animais

Vacina em teste para coronavírus tem bom resultado em macacos, dizem cientistas chineses num trabalho científico publicado ainda sem revisão por outros acadêmicos

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Cientistas chineses relataram ter conseguido proteger um grupo de macacos ratos e camundongos da infecção pelo novo coronavírus em um experimento de vacina. O trabalho foi publicado em um repositório de artigos científicos, mas ainda não foi revisado por outros acadêmicos.

O trabalho é conduzido pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, que trabalhou em uma vacina contra a Sars em 2003. Segundo o relato, o imunizante não causou efeitos colaterais evidentes em macacos da espécie Rhesus. 

A equipe criou uma vacina que introduziu anticorpos neutralizantes específicos para o SARS-CoV-2. Estes anticorpos neutralizaram dez cepas representativas do vírus, informa O Estado de S.Paulo.
 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247