Com avanço da Covid-19, governo do Piauí aumenta restrições no estado

O governo do Piauí publicou um decreto aumentando as medidas restritivas ao funcionamento do comércio e shoppings. Ele também suspendeu festas e eventos e impôs lockdown aos finais de semana, com toque de recolher de 23h às 5h

Governador do Piauí, Wellington Dias
Governador do Piauí, Wellington Dias (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O governo do Piauí publicou um decreto aumentando as medidas restritivas ao funcionamento do comércio e shoppings, nesta sexta-feira, 26, diante da escalada de casos de Covid-19 no estado. Ele também suspendeu festas e eventos e impôs lockdown aos finais de semana, com toque de recolher de 23h às 5h. 

A ocupação de leitos estaduais de UTI estava em 76% - 80% apenas na capital, Teresina. Com os anúncios dos sistemas de saúde à beira do colapso nos estados Sul e no Sudeste (principalmente em São Paulo), o governo do Piauí justificou as maiores restrições para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus.

“A taxa de ocupação dos leitos é altíssima, preocupa, mas a principal dificuldade neste momento é que as empresas não estão com capacidade de produção de alguns bloqueadores neuromusculares, que são usados na anestesia a pacientes entubados e estamos com restrição de medicamentos”, disse o presidente da Fundação Municipal de Saúde de Teresina, Gilberto Albuquerque, ao Estado de S.Paulo.

PUBLICIDADE

No Brasil, na quinta-feira, 25, foi registrado o pior dia da pandemia desde seu início. Em 24 horas, o País registrou 1.582 óbitos, batendo o recorde desde o início da pandemia, segundo os dados do consórcio de veículos da imprensa. Até então, o recorde havia sido em julho, quando foram registrados 1.554 óbitos.

O total de vítimas até agora é de 251.661. Os dados ainda revelam que, nesta quinta, o Brasil apresentou sua maior média móvel de mortes em toda a pandemia, com 1.150 óbitos na semana, batendo a média registrada na quarta, 29, (até então a maior), de 1.129 mortes. Com isso, já são 36 dias acima da média de mil mortes.

PUBLICIDADE

Ainda mais, foram registrados, segundo o consórcio da imprensa, 67.878 casos da Covid-19, aumentando para 10.393.886 o total de infectados desde o início da pandemia no Brasil.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email