Com avanço da pandemia, Reino Unido interna 100 crianças por semana com síndrome rara pós-Covid

As crianças inglesas que foram infectadas pela Covid-19 estão tendo um surto da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), cujos sintomas mais comuns são febre persistente de até 40 graus, dores abdominais, pressão sanguínea muito baixa e manchas na pele

Criança em sala de aula em Watlington, no Reino Unido, em meio à pandemia de Covid-19
Criança em sala de aula em Watlington, no Reino Unido, em meio à pandemia de Covid-19 (Foto: REUTERS/Eddie Keogh)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Com avanço da pandemia no Reino Unido, mais de 100 crianças estão sendo internados a cada semana com uma síndrome rara que está ocorrendo em pessoas que foram sequeladas após infecção pelo novo coronavírus.

Trata-se da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), cujos sintomas mais comuns são febre persistente de até 40 graus, dores abdominais, pressão sanguínea muito baixa e manchas na pele. Em casos mais graves, podem evoluir para uma infecção generalizada. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email