Diretor do Instituto Butantan diz que a CoronaVac não chega à população em 2020

Para o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, o registro da CoronaVac na Anvisa e no Ministério da Saúde só deve ocorrer em janeiro de 2021

Presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas
Presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas (Foto: Reprodução/Governo de São Paulo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse à CNN que a Coronavac não chega à população em 2020. Segundo Covas, isso ocorre pela demora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aprovar a importação de insumos para a vacina chinesa.

Ele também afirmou que ainda não há registro para a vacina, que depende de pessoas desenvolverem Covid-19 dentre os voluntários que foram pesquisados. Para ele, o registro da CoronaVac na Anvisa e no Ministério da Saúde só deve ocorrer em janeiro de 2021.

A Anvisa decidiu nesta quarta-feira, 28, autorizar a importação da matéria-prima desenvolvida pela Sinovac necessária para que o Instituto Butantan fabrique a vacina chinesa contra a Covid-19, informou o órgão regulador em comunicado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247