Estudo da 'Lancet' que indicou riscos da cloroquina é invalidado por problema nos dados

Três autores de um artigo que constatou que a hidroxicloroquina aumentou o risco de morte em pacientes com Covid-19 retiraram o estudo diante de preocupações com a qualidade dos dados da pesquisa

Cartelas com comprimidos de cloroquina
Cartelas com comprimidos de cloroquina (Foto: REUTERS/Diego Vara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A revista científica "The Lancet" publicou nesta quinta-feira, 4, uma nota de retratação dos autores do estudo com cloroquina e hidroxicloroquina para Covid-19 publicado por ela própria no dia 22 de maio

Eles retiraram o estudo diante de preocupações com a qualidade dos dados da pesquisa. Os pesquisadores disseram que a Surgisphere, empresa que forneceu os dados, não iria transferir o conjunto completo de dados para uma análise independente, e “não podem mais garantir a veracidade das fontes primárias de dados”.

O estudo foi publicado na revista científica sobre medicina do Reino Unido The Lancet no mês passado. Com base nele, a Organização Mundial de Saúde (OMS) suspendeu a recomendação para uso da cloroquina contra Covid-19

Veja íntegra da nota da 'The Lancet':

"Hoje, três dos autores do artigo "Hydroxychloroquine or chloroquine with or without a macrolide for treatment of COVID-19: a multinational registry analysis" pediram a retirada de seu estudo. Eles não conseguiram completar uma auditoria independente dos dados que sustentam sua análise. Como resultado, eles concluíram que não podem mais "garantir a veracidade das fontes de dados primárias".

A "The Lancet" leva a sério as questões referentes à integridade científica e há muitas questões pendentes sobre a empresa Surgisphere e os dados que supostamente foram incluídos neste estudo. Seguindo as diretrizes do Comitê de Ética em Publicações (COPE, em inglês) e do Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas (ICMJE, em inglês), análises institucionais das colaborações de pesquisa da Surgisphere se fazem urgentes e necessárias.

A nota de retratação foi publicado hoje, 4 de junho de 2020. O artigo será atualizado e vai conter essa informação em breve."

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247