Estudo usa enzima de vagalumes para detectar coronavírus

A enzima usada na pesquisa tem como função catalisar reações que transformam energia química em energia luminosa

www.brasil247.com -
(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Estudiosos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) desenvolveram uma pesquisa para detectar em amostras biológicas anticorpos contra o patógeno causador da Covid-19. A enzima usada na pesquisa pertence à classe das luciferases e tem como função catalisar reações que transformam energia química em energia luminosa. Dentre todas as luciferases conhecidas, a produzida pelo vagalume Amydetes vivianii é uma das que geram bioluminescência mais brilhante e estável. As informações foram publicadas em reportagem do jornal O Estado de S.Paulo.

"Pegamos nossa luciferase mais brilhante e a acoplamos, por engenharia genética, a uma proteína capaz de se ligar aos anticorpos. Se os anticorpos contra SARS-CoV-2 estiverem presentes na amostra, a ligação ocorrerá e isso poderá ser detectado por meio da emissão de luz", afirmou o professor Vadim Viviani à Agência FAPESP.

O pesquisador disse que já depositou um pedido de patente para o novo sistema bioluminescente no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). De acordo com o docente, os participantes do estudo tentaram "com sucesso o método para diversos anticorpos, que podem ser detectados por técnicas como imunoblotes e Western Blot".

PUBLICIDADE

"Nos imunoblotes, amostras de antígeno são imobilizadas em uma superfície. Em seguida tratadas com materiais como o soro sanguíneo do paciente. Se o material contiver o anticorpo, este se liga ao antígeno, formando o complexo antígeno-anticorpo, que é revelado por um anticorpo secundário – em geral marcado com uma proteína que gera um sinal fluorescente ou quimioluminescente. Em nosso estudo, o anticorpo secundário marcado é uma proteína, com alta afinidade por anticorpos, ligada à luciferase, que gera bioluminescência", informou Viviani.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email