Ex-ministro da Defesa do Uruguai é a 1ª vítima fatal da COVID-19 no país

Rodolfo González Rissotto, ex-ministro da Defesa e da Corte Eleitoral do Uruguai, faleceu devido à pandemia de coronavírus

www.brasil247.com -
(Foto: AFP 2020 / CESAR MANSO)
Siga o Brasil 247 no Google News

Sputnik - Natural de Montevidéu, Rodolfo González Rissotto, de 71 anos, faleceu na noite deste sábado (28) no Centro de Tratamento Intensivo La Española, na capital uruguaia.

A morte foi anunciada pelo secretário da Presidência do país, Álvaro Delgado, durante uma coletiva de imprensa, publicou o portal Subrayado.

Rissotto, que ocupou os cargos de ministro da Defesa e da Corte Eleitoral do Uruguai na década de 90, era membro do Partido Nacional.

PUBLICIDADE

Além dele, outros oito pacientes estavam internados na mesma unidade acometidos da COVID-19.

Apesar da condição de saúde precária, segundo Delgado, a comunicação com Rissotto era frequente através de mensagens via Internet.

Em uma delas, com uma foto com flores coloridas, Rissotto escreveu: "Com estas lindas flores quero transmitir uma mensagem de esperança, lembrando que a humanidade soube superar gravíssimas pandemias no passado, deixemos o medo somente ao medo."

PUBLICIDADE

Por sua vez, o recém-empossado presidente uruguaio, Luis Lacalle Pou, confortou a família do falecido em sua conta no Twitter, como visto abaixo.

Coronavírus no Uruguai

Ao total, o Uruguai tem 304 casos confirmados da COVID-19, tendo Rissotto sido a primeira vítima fatal no país.

A maior parte dos casos estão na capital, Montevidéu.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email