Instituto Butantan conclui entrega de documentação à Anvisa para pedido de uso emergencial da CoronaVac

A Anvisa decidirá em reunião no domingo, 17, sobre os pedidos feitos para uso de duas vacinas contra a Covid-19 que foram testadas no Brasil

Instituto Butantan e CoronaVac
Instituto Butantan e CoronaVac (Foto: Marcos Santos/USP Imagens | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Instituto Butantan terminou de entregar todos os documentos à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) necessários para o pedido de uso emergencial da CoronaVac no Brasil, segundo o próprio instituto. 

A CoronaVac é a vacina chinesa contra a Covid-19, desenvolvida pela farmacêutica Sinovac e produzida em São Paulo pelo Butantan.

A Anvisa decidirá em reunião no domingo, 17, sobre os pedidos feitos para uso de duas vacinas contra a Covid-19 que foram testadas no Brasil.

Além da CoronaVac, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) pediu o uso emergencial da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email