Anvisa afirma que não há pedido de registro para produzir vacina russa no Brasil

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o laboratório russo responsável pelo desenvolvimento de uma possível vacina contra a Covid-19 não apresentou pedido de autorização de protocolo de pesquisa ou de registro no Brasil

País europeu iniciará a produção da segunda vacina contra a Covid-19
País europeu iniciará a produção da segunda vacina contra a Covid-19 (Foto: Sputnik / Andrei Kataev)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pedro Fonseca, Reuters - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira que o laboratório russo responsável por desenvolvimento de uma possível vacina contra Covid-19 não apresentou pedido de autorização de protocolo de pesquisa ou de registro no Brasil.

De acordo com nota da Anvisa, também não há solicitação de qualquer entidade ou parceiro da referida vacina.

O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou nesta terça que o país foi o primeiro a dar aprovação regulatória para uma vacina contra a doença provocada pelo novo coronavírus, que será comercializada internacionalmente com o nome de Sputnik 5.

Pouco depois, o governo do Estado do Paraná disse que assinará um acordo com a Rússia para uma parceria.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247