Média móvel de casos de Covid-19 bate recorde desde o início da pandemia

A média móvel de casos de Covid-19 bateu um novo recorde, chegando a 56.311. Nas últimas 24 horas, foram notificados 67.660 casos da doença, elevando para 8.325.119 o total de casos do novo coronavírus desde o início da pandemia no Brasil

(Foto: Bruno Kelli/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A média móvel de casos de Covid-19 bateu um novo recorde, chegando a 56.311. Nas últimas 24 horas, foram notificados 67.660 casos da doença, elevando para 8.325.119 o total de casos do novo coronavírus desde o início da pandemia no Brasil.

Além disso, foram registradas 1.151 mortes, totalizando 207.160 óbitos. A média móvel de óbitos ficou em 1 mil.

Acabou o oxigênio nos hospitais de Manaus e as pessoas doentes de Covid-19 estão morrendo sufocadas. "Estão relatando efusivamente que o oxigênio acabou em instituições como o Hospital Universitário Getúlio Vargas e serviços de pronto atendimento, como o SPA José de Jesus Lins de Albuquerque", diz o pesquisador Jesem Oerellana, da Fiocruz-Amazônia.

A Força Aérea Brasileira (FAB) vai transportar para outros sete estados 750 pacientes com Covid-19 atualmente internados em Manaus, no Amazonas. O Ministério da Saúde solicitou que os estados recebessem os doentes.

Em live nas redes sociais, o governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou toque de recolher em Manaus, proibindo o comércio e a circulação de pessoas das 19h até às 6h. A média móvel de mortes no estado cresceu 183% nos últimos sete dias.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email