Ministério da Saúde autoriza R$ 2,3 bi para adquirir vacinas Sputnik V e Covaxin

Um extrato autoriza R$ 693,6 para adquirir a vacina Sputnik V, junto ao Fundo de Investimento Direto da Rússia. O outro autoriza R$ 1,614 bilhões para a compra da vacina Covaxin

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério da Saúde autorizou dispensa de licitação para comprar vacinas Sputnik V e Covaxin, desenvolvidas respectivamente por laboratórios russos e indianos. 

Os dois extratos foram publicados na noite de sexta-feira, 19, em edição extra do Diário Oficial da União, representando juntos o investimento de cerca de R$ 2,3 bilhões para a aquisição das vacinas.

Um dos extratos autoriza R$ 693,6 para adquirir a vacina Sputnik V, junto ao Fundo de Investimento Direto da Rússia - que tem parceria, no Brasil, com a farmacêutica União Química Farmacêutica Nacional.

O outro autoriza R$ 1,614 bilhões para a compra da vacina Covaxin, desenvolvida pela indiana Bharat Biotech, representada no Brasil pela empresa Precisa.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email