Número de pacientes de Covid-19 volta a crescer no Einstein, hospital dos ricos de São Paulo

Depois de semanas de queda, o número de pessoas internadas no hospital Albert Einstein, o mais elitizado do país, deu um salto. Segundo o infectologista Luiz Aranha Camargo, é um claro indicativo “da redução do isolamento social nas classes A e B”, sensível ao discurso de Bolsonaro

(Foto: Divulgação | REUTERS/Rahel Patrasso)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O discurso bolsonarista contra o isolamento social começa a surtir efeito na elite paulistana: o número de pacientes internados com coronavírus no hospital Albert Einstein, o mais elitizado do país, voltou a crescer nesta semana, depois de sequência de quedas, informa a jornalista Mônica Bergamo

O número de pessoas internadas no Einstein com a Covid-19, que era de 122 em 4 de abril, chegou a cair  para o patamar de 70. Nesta semana, o número voltou a subir, chegando a 86 e metade das  pessoas,  43, está na UTI.

“Pode ser uma tendência”, diz o infectologista Luiz Aranha Camargo, do hospital; “Se isso se confirmar, com certeza será um reflexo da redução do isolamento social nas classes A e B”.

O infectologista diz que o menosprezo aos riscos do coronavírus nas elites é patente: “Os números mostram esse relaxamento [em relação ao distanciamento] e a gente começa a sentir isso na atitude das pessoas. A relação disso com o aumento do número de casos é muito clara”. As carretas com carros  importados em protesto contra o isolamento social são uma das evidências da postura de parte das elites econômicas. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247