'O pior ainda está por vir', adverte Merkel sobre Covid-19 na Europa

Para a chanceler alemã, as próximas semanas constituirão "a fase mais difícil da pandemia". Bélgica superou as 20 mil mortes e a Alemanha, 40 mil neste domingo

Chanceler da Alemanha, Angela Merkel
Chanceler da Alemanha, Angela Merkel (Foto: Kay Nietfeld/Pool via REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A chanceler alemã Angela Merkel alertou neste domingo (10) que “o pior ainda está por vir” na segunda onda do coronavírus que varre a Europa.

O avanço da Covid-19 está se acelerando no continente, com a Bélgica superando as 20 mil mortes e a Alemanha, 40 mil, neste domingo (10), informa a France Presse.

As próximas semanas constituirão "a fase mais difícil da pandemia", com equipes médicas trabalhando no máximo de suas capacidades, alertou Angela Merkel. Mais de 80% dos leitos de terapia intensiva do país estão ocupados.

Sobretudo porque, sublinhou a primeira-ministra alemã, o impacto total da intensificação dos contatos sociais durante as festas de final de ano ainda não é visível nas estatísticas.

A Bélgica superou neste domingo as 20 mil mortes ligadas ao novo coronavírus. Metade era de residentes de lares de idosos. Com uma taxa de 1.725 mortes por milhão de habitantes, a Bélgica está em primeiro lugar no mundo em mortalidade em comparação com sua população.

À espera do desdobramento das campanhas de vacinação, cuja lentidão é criticada, os governos, como o francês e o sueco, endurecem medidas para reduzir os contatos, sob o risco de agravar a crise econômica.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247