Rússia irá fornecer 32 milhões de doses da vacina contra Covid-19 ao México

Envio do medicamento russo ao México foi viabilizado através de um acordo entre o Fundo Russo de Investimento Direto e a empresa farmacêutica do país latino-americano Landsteiner Scientific.As 32 milhões de doses da Sputnik V poderão atender 25% da população mexicana

Cientistas pesquisam possível vacina contra Covid-19 em São Petersburgo, na Rússia 11/06/2020
Cientistas pesquisam possível vacina contra Covid-19 em São Petersburgo, na Rússia 11/06/2020 (Foto: Sputnik News)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Fundo Russo de Investimento Direto acorda com México o envio de 32 milhões de doses da vacina contra o coronavírus Sputnik V, sendo que o fornecimento deverá começar já em novembro.

O envio do medicamento russo ao México se substancia através de um acordo entre o Fundo Russo de Investimento Direto (RFPI, na sigla em russo) e a empresa farmacêutica do país latino-americano Landsteiner Scientific.

As 32 milhões de doses da Sputnik V poderão atender a cerca de 25% da população mexicana.

O início do fornecimento, esperado para novembro deste ano, só depende da autorização dos órgãos reguladores estatais do México.

De acordo com o RFPI, a própria Landsteiner Scientific se responsabilizará pela distribuição da vacina no México na qualidade de parceira do fundo.

Sputnik V

A vacina russa recebeu seu certificado de registro no dia 11 de agosto na Rússia, se tornando o primeiro medicamento de sua categoria contra a COVID-19 a ser registrado no mundo.

Sua criação é obra do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya da Rússia, enquanto sua tecnologia já foi submetida a mais de 250 testes clínicos ao longo de décadas.

Atualmente, testes pós-registro estão sendo conduzidos com a participação de 40 mil voluntários. Tais testes deverão ter seus resultados publicados no período entre outubro e novembro deste ano.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247