São Paulo deve ampliar leitos para tratar pacientes com cepa de Manaus, afirma secretário

Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde, revelou que já existe uma ala separada no hospital de Pirituba para tratar pacientes com a nova cepa. Caso necessário, afirma, mais espaço será aberto em outros hospitais

Tratamento de paciente com Covid-19 em hospital de São Paulo
Tratamento de paciente com Covid-19 em hospital de São Paulo (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, revelou que mais leitos devem ser disponibilizados para tratar pacientes com a cepa do novo coronavírus originária de Manaus.

O secretário ainda revelou que já existe espaço destinado para tratar especificamente pacientes com a nova variante: “Temos em um hospital, que é o de Pirituba, uma ala reservada apenas para esses pacientes que apresentaram a cepa de Manaus, e, se for necessário, a cidade vai ampliar o espaço não só no hospital de Pirituba, mas em algum outro hospital que a gente já tenha tratamento exclusivo da Covid-19”, disse, conforme reportado na CNN Brasil.

No último sábado (13), a Prefeitura da capital constatou o primeiro caso da cepa na capital. O paciente não esteve no Amazonas, indicando que já ocorre transmissão local.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email