Sem política nacional de enfrentamento, Brasil chega a 65.487 óbitos pela Covid

Segundo o Ministério da Saúde, o país registrou nesta segunda-feira (6) mais 620 óbitos em decorrência da Covid-19, elevando para 65.487 mortes relacionadas à Covid-19

Cemitério Parque Tarumã, em Manaus 26/06/2020
Cemitério Parque Tarumã, em Manaus 26/06/2020 (Foto: REUTERS/Bruno Kelly)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O Brasil registrou nesta segunda-feira mais 620 óbitos em decorrência da Covid-19, atingindo um total de 65.487 mortes relacionadas à doença respiratória provocada pelo novo coronavírus, informou o Ministério da Saúde.

O país também informou 20.229 novos casos de coronavírus, o que eleva a contagem total a 1.623.284. Esse é o menor número diário de novos casos desde 21 de junho, quando pouco mais de 17 mil infecções foram confirmadas. A contagem, porém, tende a desacelerar às segundas, por causa do atraso para processamento dos testes aos finais de semana.

Na semana passada, por exemplo, o Brasil havia registrado cerca de 24 mil novos casos na segunda-feira, mas na quinta atingiu o segundo maior número diário de notificações desde o início da pandemia, com mais de 48 mil infecções.

O número de óbitos segue tendência semelhante. Na segunda-feira passada, foram 692 mortes, mas na sexta o país chegou a registrar quase 1.300 óbitos.

O Brasil é o segundo país do mundo com maior contagem de casos e mortes devido ao vírus, atrás apenas dos Estados Unidos, que possuem cerca de 2,9 milhões de infecções confirmadas e quase 130 mil óbitos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email