União Europeia alerta para falta de seringas e materiais necessários para campanha de vacinação

Apesar de nenhuma vacina ter sido aprovada, países da Europa estão garantindo suprimentos de imunização em potencial para, quando forem aprovadas, poderem iniciar as campanhas. A União Europeia, entretanto, alerta que as ações realizadas ainda são ineficientes

União Europeia
União Europeia (Foto: Yves Herman / Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A União Europeia alertou que há risco de faltar de seringas, lenços e equipamentos de proteção necessários para uma possível vacinação em massa contra o coronavírus. Um documento do bloco pede para que os países-membros atuem em uma ação conjunta, pedindo para que os governos comprem mais vacinas contra o vírus e aumentem o número de pessoas vacinadas para diminuir o risco de um surto simultâneo da doença ao de Covid-19 no outono (primavera no Brasil).

Apesar de nenhuma vacina ter sido aprovada, países do mundo estão garantindo suprimentos de imunização em potencial para, quando forem aprovadas, poderem iniciar as campanhas.

Por enquanto, a que está mais na frente no processo de aprovação é a vacina produzida pela Rússia. A primeira vacina contra Covid-19 em potencial receberá aprovação regulatória local na primeira metade de agosto e será administrada a profissionais de saúde da linha de frente pouco depois, disse à Reuters uma fonte de desenvolvimento a par do assunto. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247