CPI da Covid ouve os pesquisadores Jurema Werneck e Pedro Hallal nesta quinta

Epidemiologista Pedro Hallal e a diretora-executiva da Anistia Internacional Brasil e representante do Movimento Alerta, Jurema Werneck , são responsáveis por liderar estudos sobre o enfrentamento da pandemia da Covid-19

Epidemiologista Pedro Hallal e a diretora-executiva da Anistia Internacional Brasil, Jurema Werneck
Epidemiologista Pedro Hallal e a diretora-executiva da Anistia Internacional Brasil, Jurema Werneck (Foto: Reprodução / Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Senadores da CPI da Covid ouvem nesta quinta-feira (24) o epidemiologista e pesquisador da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) Pedro Hallal e a diretora-executiva da Anistia Internacional Brasil e representante do Movimento Alerta, Jurema Werneck. Os dois são responsáveis por liderar estudos sobre o enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Nesta terça, o pesquisador publicou no Twitter um slide que pretende apresentar durante o depoimento na CPI. A publicação mostra a porcentagem de infectados conforme a cor da pele nas três fases do EPICOVID19, estudo realizado pela Universidade Federal de Pelotas e coordenado por ele. "Não vou dar muito spoiler, mas prestem atenção nesse slide. Esse slide tem história!!!", exclamou Hallal.

No requerimento para convocar Jurema Werneck, o relator Renan Calheiros (MDB-AL) aponta que a participação dela é "necessária" para fornecer aos membros da Comissão Parlamentar de Inquérito informações e esclarecimentos vinculados ao seu estudo.

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email