Marcellus Campêlo diz que Manaus "só ficou dois dias sem oxigênio" hospitalar

Em depoimento à CPI da Covid, ex-secretário de Saúde do Amazonas mente e deixa senadora revoltada: "Não subestime o nosso raciocínio"

Marcellus Campelo e Eliziane Gama
Marcellus Campelo e Eliziane Gama (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado | Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-secretário de Saúde do Amazonas Marcellus Campêlo disse em seu depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) nesta terça-feira (15) que só faltou oxigênio em Manaus nos dias 14 e 15 de janeiro e deixou a senadora Eliziane Gama (Lider) revoltada.

A senadora que no momento fazia perguntas ao ex-secretário ficou indignada com as respostas de Campêlo ao dizer que no estado do Amazonas só faltou oxigênio para doentes com Covid por dois dias. “Isso é criminoso, é terrível, é inaceitável, é desumano… é lamentável o que estamos ouvindo nesta comissão. Não subestime o nosso raciocínio", questionou. 

Gama lembrou que de seis a 30 de janeiro o  estado contabilizou dois mil mortos pela Covid-19. 

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e assista:

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email