MP e CPI investigam Prevent Senior por uso de remédio para câncer em pacientes com Covid sem autorização

Áudios obtidos pelo Jornal Nacional, da TV Globo, mostram que um diretor da operadora cita duas drogas, sem indicação para o tratamento do vírus, que foram utilizadas pela empresa

(Foto: Prevent Senior/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O Ministério Público e a CPI da Covid no Senado investigam o uso de um medicamento usado no tratamento de câncer de próstata em pacientes com Covid-19 pela Prevent Senior, investigada pela comissão parlamentar. O remédio não tem eficácia comprovada contra a Covid-19.

Áudios obtidos pelo Jornal Nacional, da TV Globo, mostram que um diretor da operadora cita duas drogas, sem indicação para o tratamento do vírus, que foram utilizadas pela empresa.

“Bloqueio androgênico com Flutamida e Enbrel pros pacientes que vão ser transferidos, tá?”, disse o cardiologista Rodrigo Esper, diretor da Prevent Senior. 

PUBLICIDADE

Segundo a Pfizer, que produz o Enbrel, o medicamento é usado para o tratamento de artrite reumatoide e a droga não é indicada para o tratamento de Covid.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email