"Quando o calo aperta os caras não são mais machos não", diz Aziz

Para atentar contra a democracia os depoentes na CPI estão sempre dispostos, mas para comparecer ao colegiado eles apresentam "diarreia" e pedem atestado médico, criticou Aziz. "Mas para subir em caminhão é tudo macho"

Omar Aziz
Omar Aziz (Foto: Pedro França/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), criticou a postura do depoente desta quarta-feira (15), o advogado Marconny Albernaz Ribeiro, que indicou que ficaria em silêncio em algumas perguntas.  

"Posso pedir agora à assessoria técnica do Senado para fazer uma consulta à ministra Cármen Lúcia, que age rapidamente para saber quais são (os direitos do HC), porque o senhor comprometer em algo que o auto incrimine eu entendo", disse Aziz. 

No entanto, o senador afirmou que Marconny mentiu à CPI. "Agora, não tem nenhum senador sendo investigado, que eu saiba, até agora. O senhor está mentindo, faltando com a verdade. Falar não fere seus direitos constitucionais", prosseguiu. 

PUBLICIDADE

Para atentar contra a democracia os depoentes na CPI estão sempre dispostos, mas para comparecer ao colegiado sempre apresentam "diarreia" e pedem atestado médico, criticou Aziz. 

"Este é um dos que sobem em caminhão para atacar a democracia. Hoje, 109 pessoas que foram ouvidas aqui foram ao STF, o mesmo que eles pedem para fechar. Quando o calo aperta os caras não são mais machos não. Um tem diarreia e vai pedir atestado médico, mas para subir em caminhão é tudo macho", completou. 

PUBLICIDADE

O senador Jean-Paul Prates (PT-RN) deu um forte alerta a Marconny: "Todo mundo que entrou aqui com essa atitude como a sua, debochando da CPI, saiu chorando, pedindo desculpa ou preso". "Não abuse da paciência aqui", disse o senador. 

Assista ao vivo na TV 247:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email