Relatório do Coaf enviado à CPI aponta que diretor da Precisa movimentou de forma atípica R$ 2 milhões mensais

Movimentação financeira do diretor institucional da Precisa Medicamentos, Danilo Trento, foi considerada incompatível com os seus rendimentos

www.brasil247.com -
(Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado | Reprodução)


247 - Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) enviado à CPI da Covid apontou que o diretor institucional da Precisa Medicamentos, Danilo Trento, fez movimentações de valores incompatíveis com o seu faturamento mensal e de sua empresa, chegando a receber até R$ 2 milhões por mês no ano passado. A Precisa é investigada pela CPI por irregularidades envolvendo a compra da vacina indiana Covaxin. 

De acordo com o jornal O Globo, o relatório destacou que o executivo movimentou mensalmente R$ 1,8 milhão por meio de suas contas empresariais e R$ 198 mil nas contas de pessoa física. O valor é superior aos R$ 3,9 milhões movimentados ao longo de todo o ano de  2020 por Francisco Maximiano, presidente da Precisa. O documento ressalta, ainda, que entre outubro de 2020 e abril de 2021, o diretor teria recebido R$ 1,6 milhão em uma conta de pessoa física em seu nome e outros R$ 2,1 milhões de agosto de 2020 a junho deste ano.

Trento também teria movimentado R$ 24,4 milhões de junho de 2020 a junho de 2021 e R$ 8,2 milhões de dezembro de 2019 a junho de 2020 por meio das contas da Primarcial Holding. De acordo com a reportagem, “Danilo é sócio da empresa com sua avó materna, Jandira Meneguello Berndt. A empresa é registrada em um escritório da Avenida Faria Lima onde fica também a Primares Holding e Participações, empresa de Francisco Maximiano, presidente da Precisa”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email