'Sacanagem no Ministério da Saúde tem desde que eu entrei', teria dito Pazuello a Miranda

Deputado federal que denunciou esquema da Covaxin relatou à Polícia Federal que o ex-ministro da Saúde teria sofrido pressão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para liberar recursos da pasta para aliados

Eduardo Pazuello e Luis Miranda
Eduardo Pazuello e Luis Miranda (Foto: Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

Revista Fórum - O deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) relatou em seu depoimento à Polícia Federal que o ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, teria dito a ele, sobre ilegalidades em sua pasta, que “sacanagem tem desde que eu entrei”. A informação é do diário conservador carioca O Globo, que teve acesso a uma cópia da oitiva do parlamentar que, junto com seu irmão, denunciou um esquema criminoso de compra superfaturada da vacina indiana Covaxin.

“Eu disse: ‘Pazuello, tá tendo sacanagem no teu ministério. Tem que agir, mermão’. Aí ele falou: ‘Sacanagem tem desde que eu entrei’. Com aquele jeitão carioca dele. ‘Inclusive, ontem, eu (Miranda) fui no presidente e entreguei um negócio pra ele. É um absurdo. Se estiver acontecendo de verdade, é um absurdo você (Pazuello) precisa cuidar disso’”, diz o deputado nas imagens obtidas pelo O Globo.

O depoimento de Miranda foi colhido no âmbito do inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal para apurar se o presidente Jair Bolsonaro teria prevaricado ao receber a informação do deputado do DEM sobre um suposto esquema de corrupção na Saúde, e que, ao que tudo indica, não teria tomado providências para cessar o crime.

PUBLICIDADE

Leia a íntegra na Fórum.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email