Aldir Blanc: Temer está com o intestino grosso no cérebro

"Temereca, depois de escapar da denúncia comprando vagabundos, está com o intestino grosso no cérebro. É por isso que entra e sai de hospitais com obstruções nas coronárias, na próstata e na decência, tudo entupido pela matéria fecal que usa e abusa para corromper", diz o compositor Aldir Blanc, um dos grandes nomes da MPB

"Temereca, depois de escapar da denúncia comprando vagabundos, está com o intestino grosso no cérebro. É por isso que entra e sai de hospitais com obstruções nas coronárias, na próstata e na decência, tudo entupido pela matéria fecal que usa e abusa para corromper", diz o compositor Aldir Blanc, um dos grandes nomes da MPB
"Temereca, depois de escapar da denúncia comprando vagabundos, está com o intestino grosso no cérebro. É por isso que entra e sai de hospitais com obstruções nas coronárias, na próstata e na decência, tudo entupido pela matéria fecal que usa e abusa para corromper", diz o compositor Aldir Blanc, um dos grandes nomes da MPB (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Em artigo publicado neste domingo, o compositor Aldir Blanc descreve o que Michel Temer tem na cabeça.

Confira um trecho:

Embora seja uma descrição horrenda, anda na moda dizer que a musa Fulana está com o bumbum na nuca. Bom, Temereca, depois de escapar da denúncia comprando vagabundos, está com o intestino grosso no cérebro.

É por isso que entra e sai de hospitais com obstruções nas coronárias, na próstata e na decência, tudo entupido pela matéria fecal que usa e abusa para corromper.

Sua imundície cai na circulação e pode matá-lo. Gabriel, o Pensador, ficará feliz. Nós também. O afrouxamento das regras para controlar trabalho escravo, favorecendo a corrupta bancada ruralista, que fecha os olhos para o assassinato sistemático de quilombolas, índios e camponeses sem terra, perpetrado por fazendeiros e executado por seus jagunços é obsceno.

Apesar de ter gerado protestos mundiais, o pilantra presifrouxo ainda acrescentou um pacote perdoando bilhões em multas para os asseclas ruraloides.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247