Aos 91 anos, morre Christopher Plummer, ator de 'A Noviça Rebelde'

Plummer participou de centenas de filmes ao longo de 75 anos de carreira. Entre os mais marcantes estão "A Noviça Rebelde", "Uma mente brilhante" e "Toda Forma de Amar" (2010), filme pelo qual ganhou o Oscar de ator coadjuvante em 2012

(Foto: Reuters/Mario Anzuoni)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(ANSA) - O ator Christopher Plummer, famoso por seu papel como o capitão Von Trapp de "A Noviça Rebelde" (1963), morreu nesta sexta-feira (5), aos 91 anos, confirmou o agente do artista ao The Hollywood Reporter.

De acordo com a publicação, Plummer faleceu "pacificamente", de causas naturais, em sua casa, em Connecticut, nos Estados Unidos, cercado pela família, incluindo sua esposa Elaine Taylor, com quem foi casado por 53 anos.

O empresário e amigo do ator, Lou Pitt, lamentou a perda do artista. "Cris era um homem extraordinário que amava e respeitava sua profissão. Ele viverá eternamente entre nós".

Nascido em Toronto, no Canadá, Plummer participou de centenas de filmes ao longo de 75 anos de carreira. Entre os mais marcantes estão "A Noviça Rebelde", "Uma mente brilhante" e "Toda Forma de Amar" (2010), filme pelo qual ganhou o Oscar de ator coadjuvante em 2012. No longa, ele interpretava um viúvo que se assume gay para o filho, personagem interpretado por Ewan McGregor.

Além disso, Plummer também foi indicado ao Oscar por "A última estação", em 2010 e "Todo o dinheiro do mundo", em 2018, e tornou-se o ator mais velho a ser indicado na premiação cinematográfica, com 88 anos. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email