Bolsonaro, que afirmou que João Gilberto é "pessoa conhecida", não decreta luto oficial

Jair Bolsonaro, que afirmou que João Gilberto é "pessoa conhecida", declarou que não irá decretar luto oficial pela morte do artista que criou a bossa nova e projetou a música brasileira no cenário mundial

(Foto: PR | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- O porta-voz do Palácio do Planalto, Otávio Rêgo Barros, afirmou ontem que o presidente Jair Bolsonaro reconhece a importância de João Gilberto para a música brasileira. No entanto, não decretará luto oficial no país. A informação é do Portal UOL. 

O músico que criou a bossa nova tinha 88 anos e morreu no último sábado (6), de "causas naturais", de acordo com a família. Ele foi enterrado ontem à tarde, em um cemintério de Niterói (RJ).

"O presidente reconhece a importância do artista João Gilberto para a música brasileira, como todos nós. Ele tornou a bossa nova um estilo de música conhecido internacionalmente. O presidente se solidariza com a família e os amigos nesse momento de dor", declarou o porta-voz a jornalistas, em Brasília.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email