Bolsonaro terá que assinar diploma e pagar 50 mil euros de prêmio a Chico Buarque

Pouco afeito à literatura e à arte, Jair Bolsonaro terá que desembolsar 50 mil euros do governo e assinar o diploma do Prêmio Camões 2019, que tem como vencedor o escritor, cantor e compositor brasileiro Chico Buarque

(Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pouco afeito à literatura e à arte, Jair Bolsonaro terá que desembolsar 50 mil euros do governo e assinar o diploma do Prêmio Camões 2019, que tem como vencedor o escritor, cantor e compositor brasileiro Chico Buarque, amigo íntimo do ex-presidente Lula, com quem esteve nesta quinta-feira (19) na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o petista cumpre prisão política.

Bolsonaro não cumprimentou Chico pela conquista do prêmio, um dos maiores reconhecimentos da literatura em língua portuguesa,  quando foi divulgado o resultado, em maio.

Leia a íntegra no Portal Forum

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247