BTS discursa na ONU e se apresenta para líderes mundiais

Parceiro da Unicef desde 2017 na campanha Love Myself (ame a si mesmo) para acabar com o bullying e promover a autoestima, o grupo discursou durante o momento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para a Década de Ação

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O grupo de K-Pop BTS (a música popular sul-coreana) foi o convidado especial para discursar na 76ª Assembleia Geral da ONU na manhã desta segunda-feira (20). O grupo falou sobre os desafios da nova geração e o impacto que a pandemia de Covid-19 teve na vida dos jovens.

"Tivemos uma sensação invasiva de pavor de que nosso tempo no mundo seja limitado. Acabamos de falar sobre as coisas que lamentamos e estremeço em pensar sobre o luto sobre a terra. Todo mundo concorda que as mudanças climáticas são um problema importante, mas falar sobre a solução não é fácil", disse J-Hope.

Outro integrante do grupo, o Taehyung acrescentou que a solução está na coletividade.  "É uma discussão difícil. Mas aprendi que há muitas pessoas interessadas nos campos de estudos desse tema. Essas pessoas estão buscando as respostas de como devemos viver nosso futuro", disse Namjoon. "Espero que não consideremos o futuro apenas como uma escuridão sombria. Ainda temos muitas páginas em nossa história, e não devemos falar como se o final já estivesse escrito", acrescentou. 

PUBLICIDADE

De acordo com reportagem da jornal Extra, o grupo formado por RM, Jin, Suga, J-Hope, Jimin, V e Jungkook, ainda apresentou a música "Permission to Dance". De acordo com o grupo, a música passa a mensagem de superação da pandemia. O clipe original teve como cenário o salão das Nações Unidas e termina em meio às pessoas, na cidade de Nova York. 

Os membros do BTS discordaram do termo "geração perdida" para se referir aos jovens enquanto perdura a pandemia. Para eles, a nova geração está buscando novas formas de superar esta situação.

PUBLICIDADE

A transmissão ao vivo reuniu mais de 700 mil espectadores.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email