Cartunista Bruno Liberati morre aos 71 anos com suspeita de Covid

O cartunista Bruno Liberati faleceu em casa com suspeita de Covid-19. O ilustrador trabalhou em alguns dos principais veículos de comunicação

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O cartunista e ilustrador Bruno Liberati morreu nesta sexta-feira (26), aos 71 anos. A causa da morte ainda não foi divulgada, mas segundo relatos há a suspeita de Covid-19. A informação é da Agência Estado.

Liberati passou pela redação do Jornal do Brasil, Estadão, Jornal da Tarde, Veja Rio e Movimento, um dos veículos da contracultura no período da ditadura militar brasileira. Ele também fez ilustrações para o mercado editorial.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247