China: o governo nos joga na cara todos os dias sem entrelinhas, por que não devolver?

Cantor, compositor e apresentador de TV pernambucano, China lançou álbum mais político da carreira e, em entrevista a TV 247, criticou governo Bolsonaro e momento que país atravessa

(Foto: Foto: Brasil247)

William De Lucca, 247 - Em entrevista a TV 247 nesta semana, o cantor e compositor China, criticou a gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o momento político que o país atravessa, tema de seu quarto álbum, Manual de Sobrevivencia para Dias Mortos, lançado neste mês. 

"Eu vejo o compositor muito como cronista da realidade, e num momento tão duro como este que estamos vivendo, a única arma que eu tenho é o papel e a caneta, as coisas que eu penso. A minha vida inteira tentei compor as coisas de forma mais rebuscada, mas eu acho que atingi um lugar muito bom sendo direto, com um discurso que não é meu, é de todo mundo que está muito insatisfeito, muito triste", disse o pernambucano, no programa De Lucca Entrevista.

Ele conta que não teme ficar rotulado como "artista político" porque, como artista, pode falar as coisas que sente e quer. "Se eu tiver de me podar em relação a isso, alguma coisa está errada, tenho de procurar outra profissão", pondera.

"Não dá pra dar um passo atrás, não dá pra escrever nas entrelinhas, porque o governo joga tudo isso na nossa cara todos os dias sem nenhuma entrelinha, por que eu não posso devolver?", questiona o cantor. 

Assista a íntegra da entrevista e inscreva-se em nosso canal no YouTube:

Conheça a TV 247

Mais de Cultura

Ao vivo na TV 247 Youtube 247