Contra o golpe, artistas cantam Roda Viva

Em mais uma manifestação contra o golpe, grandes nomes da cultura brasileira, como Letícia Sabatella, Camila Pitanga, Wagner Moura, José Celso Martinez e Gregório Duvivier, entre muitos outros, gravaram vídeo com a canção Roda Viva; música de Chico Buarque se tornou símbolo da resistência à ditadura militar depois que o Comando de Caça aos Comunistas ter invadido o teatro onde a peça de mesmo nome era encenada, destruir o cenário e espancar os atores, em 1968; assista

Em mais uma manifestação contra o golpe, grandes nomes da cultura brasileira, como Letícia Sabatella, Camila Pitanga, Wagner Moura, José Celso Martinez e Gregório Duvivier, entre muitos outros, gravaram vídeo com a canção Roda Viva; música de Chico Buarque se tornou símbolo da resistência à ditadura militar depois que o Comando de Caça aos Comunistas ter invadido o teatro onde a peça de mesmo nome era encenada, destruir o cenário e espancar os atores, em 1968; assista
Em mais uma manifestação contra o golpe, grandes nomes da cultura brasileira, como Letícia Sabatella, Camila Pitanga, Wagner Moura, José Celso Martinez e Gregório Duvivier, entre muitos outros, gravaram vídeo com a canção Roda Viva; música de Chico Buarque se tornou símbolo da resistência à ditadura militar depois que o Comando de Caça aos Comunistas ter invadido o teatro onde a peça de mesmo nome era encenada, destruir o cenário e espancar os atores, em 1968; assista (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da revista Fórum Em mais um vídeo em defesa da democracia e contra o golpe representado pelo impeachment sem motivação jurídica da presidenta Dilma Rousseff (PT), um grupo de artistas do teatro, cinema e televisão cantam e tocam a música Roda Viva, de Chico Buarque.

A música fazia parte do espetáculo de mesmo nome, que se tornou um símbolo da resistência dos artistas contra a ditadura militar depois de o Comando de Caça aos Comunistas ter invadido o teatro onde a peça era encenada, destruído o cenário e espancado os atores, em 1968.

Confira:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email