Crise atinge financiamento cultural da Petrobras

Problemas financeiros e denúncias contra a estatal podem respingar na área cultural, que nada tem a ver com petróleo; classe artística teme que diminua ainda mais em 2015 o patrocínio da empresa a projetos culturais, montante que já vem caindo há vários anos; em 2013, o valor destinado foi menor do que a metade de 2006

Problemas financeiros e denúncias contra a estatal podem respingar na área cultural, que nada tem a ver com petróleo; classe artística teme que diminua ainda mais em 2015 o patrocínio da empresa a projetos culturais, montante que já vem caindo há vários anos; em 2013, o valor destinado foi menor do que a metade de 2006
Problemas financeiros e denúncias contra a estatal podem respingar na área cultural, que nada tem a ver com petróleo; classe artística teme que diminua ainda mais em 2015 o patrocínio da empresa a projetos culturais, montante que já vem caindo há vários anos; em 2013, o valor destinado foi menor do que a metade de 2006 (Foto: Gisele Federicce)

247 – As dificuldades financeiras e as denúncias de corrupção envolvendo a Petrobras podem resultar em um menor investimento da empresa em projetos culturais. Existe um temor dentro da estatal e na classe artística de que em 2015 os recursos destinos a essa área diminuam ainda, como já vem ocorrendo nos últimos anos.

Segundo reportagem do jornal O Globo deste domingo 23, no ano passado, foram investidos R$ 121 milhões em projetos culturais de janeiro a dezembro, menos do que a metade do que foi investido em 2006: R$ 288 milhões. O investimento do ano passado é o menor registrado desde 2002.

Especula-se que no próximo ano seja necessário retirar recursos de outras áreas, inclusive da Cultura, para cobrir as perdas da empresa. Até poucos anos atrás, o setor dependia fortemente da companhia. A menor participação do patrocínio seria considerada uma tragédia.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247