Dedé Santana diz que é absurdo pensar que ele apoia o fim da meia-entrada

O ator Dedé Santana, que participou de encontro de artistas sertanejos com Jair Bolsonaro em Brasília nesta semana, não defende o fim da cobrança da meia-entrada .“É um absurdo dizer que eu estava lá pra defender isso. Eu nem estava sabendo”, diz

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ator Dedé Santana, que participou de encontro de artistas sertanejos com Jair Bolsonaro em Brasília nesta semana, não defende o fim da cobrança da meia-entrada —como alguns dos presentes. “É um absurdo dizer que eu estava lá pra defender isso. Eu nem estava sabendo”, disse ele em declaração ao jornal Folha de S.Paulo. 

O humorista afirma que foi convidado há cerca de um mês para participar do encontro com Bolsonaro. Achava que artistas de diversas áreas estariam no evento —e não só os sertanejos. “Fui lá para falar sobre o circo. E o Bolsonaro disse que quer me escutar.”

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247