'É um tapa na cara dos negros colocar alguém com linguagem de supremacia branca na Fundação Palmares', diz Laurentino Gomes

"Se existe um tapa na cara do atual governo nos negros brasileiros é colocar um negro à frente da Fundação Palmares com linguagem de supremacia branca", disse o jornalista Laurentino Gomes, autor da trilogia "Escravidão". "Não espero que meus livros estejam na Fundação Palmares atual", afirmou. A entrevista foi concedida ao jornalista Luis Costa Pinto

Jornalista Laurentino Gomes e o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo
Jornalista Laurentino Gomes e o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Laurentino Gomes, autor da trilogia "Escravidão", criticou o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, que já fez várias declarações racistas.

"Se existe um tapa na cara do atual governo nos negros brasileiros é colocar um negro à frente da Fundação Palmares com linguagem de supremacia branca. É uma coisa chocante", disse Gomes ao jornalista Luis Costa Pinto.

"Não espero que meus livros estejam na Fundação Palmares atual, nessa configuração. Na Fundação Palmares ideal, dos meus sonhos, sim, claro", acrescentou.

PUBLICIDADE

A Fundação Palmares está retirando obras do seu acervo. Um dos argumentos é o de que elas apresentam ideologia marxista.

Camargo tem histórico de atacar o movimento negro e suas lideranças. Ele já chamou Zumbi dos Palmares de “filho da puta” e o movimento negro de “escória maldita”

PUBLICIDADE

O dirigente também já defendeu o fim do feriado da Consciência Negra e afirmou que a escravidão foi "benéfica para os descendentes" de escravos no país.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email