Editor do 247 será homenageado na Câmara no Mês do Orgulho LGBT

Jornalista e ativista LGBT, William De Lucca, que é editor do Brasil 247 e apresentador do programa De Lucca Entrevista, será um dos homenageados em uma sessão solene no mês do Orgulho LGBT, na Câmara dos Deputados; cantora Daniela Mercury e ex-deputado federal Jean Wyllys estão na lista de homenageados

(Foto: Editora 247)

247 – O jornalista e editor do Brasil 247 William De Lucca será um dos homenageados na sessão solene da Câmara dos Deputados em homenagem aos 50 anos de Stonewall, marco histórico da luta pela liberdade, direitos e cidadania da comunidade LGBTI nos Estados Unidos e no mundo. A solenidade será realizada no próxima segunda-feira (24), às 11h.

Outros ativistas e aliados da população LGBT serão homenageados no evento, como a cantora e embaixadora do UNICEF Daniela Mercury, o ex-ministro do STF Ayres Britto e o ex-deputado federal Jean Wyllys.

"Fico honrado em ser homenageado em uma sessão cheia de pessoas que eu admiro profundamente e tão relevantes para a luta pela diversidade e contra a intolerância. É momento de nos voltarmos para revoltas como a de Stonewall, um dos gatilhos do movimento LGBT, para lembrar que ainda temos muito a conquistar", disse o jornalista.

Para ele, é preciso avançar para reduzir a sub-representação LGBT na política institucional, uma vez que o país tem poucos vereadores, deputados, senadores e até mesmo prefeitos e governadores não-heterossexuais.

“Ter um deputado federal LGBT num universo de 513 é inconcebível. É preciso ocupar a política, a partir do ano que vem, é preciso trazer uma visão de mundo que tenha a diversidade como ponto de partida, mas não como limitador, é preciso ter gays, lésbicas bissexuais, travestis e transexuais em cargos eletivos, para que nossa visibilidade se amplie e que nossa luta ganhe força. Vamos, a partir de 2020, ocupar nosso espaço na política", completou.

A deputada federal Erika Kokay (PT-DF), uma das propositoras da sessão, disse que o jornalista é um dos nomes mais influentes nas redes sociais no Brasil, com um trabalho brilhante de ativismo e defesa dos direitos humanos não só da comunidade LGBTI.

“Homenageá-lo é uma forma de reconhecer e potencializar essa atuação, tão fundamental nos tempos sombrios e de aumento do ódio LGBTfóbico em nosso País”, ressaltou a deputada.

Stonewall

Em 28 de junho de 1969, uma série de manifestações espontâneas ocorreram na cidade de Nova York (EUA), em resposta à perseguição policial contra a comunidade LGBT que frequentava o bar Stonewall Inn. A data é tão relevante que fez de Stonewall e de junho símbolos do Orgulho LGBTI.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247