Fátima critica desmonte no Ministério da Cultura

A presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Livro, da Leitura e da Biblioteca, senadora Fátima Bezerra (PT-RN), repudiou o desmonte que o governo interino está fazendo no Ministério da Cultura; "Já houve esvaziamento da Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca e da coordenação do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas. Na teoria, depois de muita resistência da cultura, o governo golpista recriou o Ministério da Cultura, mas na prática está destruindo a cultura e querendo deixá-la nos porões da Esplanada", afirmou; mais de 70 servidores do MinC foram exonerados nesta terça-feira 26

A presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Livro, da Leitura e da Biblioteca, senadora Fátima Bezerra (PT-RN), repudiou o desmonte que o governo interino está fazendo no Ministério da Cultura; "Já houve esvaziamento da Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca e da coordenação do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas. Na teoria, depois de muita resistência da cultura, o governo golpista recriou o Ministério da Cultura, mas na prática está destruindo a cultura e querendo deixá-la nos porões da Esplanada", afirmou; mais de 70 servidores do MinC foram exonerados nesta terça-feira 26
A presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Livro, da Leitura e da Biblioteca, senadora Fátima Bezerra (PT-RN), repudiou o desmonte que o governo interino está fazendo no Ministério da Cultura; "Já houve esvaziamento da Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca e da coordenação do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas. Na teoria, depois de muita resistência da cultura, o governo golpista recriou o Ministério da Cultura, mas na prática está destruindo a cultura e querendo deixá-la nos porões da Esplanada", afirmou; mais de 70 servidores do MinC foram exonerados nesta terça-feira 26 (Foto: Aquiles Lins)

247 - A presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Livro, da Leitura e da Biblioteca (PT-RN), senadora Fátima Bezerra, repudiou, nesta terça-feira, o desmonte que o governo interino está fazendo no Ministério da Cultura.

O Diário Oficial da União desta terça traz a exoneração de dezenas de servidores de órgãos estruturantes da pasta, como da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural, da Diretoria do Sistema Nacional de Cultura e Programas Integrados, da Secretaria de Articulação Institucional, da Diretoria de Estudos e Monitoramento de Políticas Culturais, da Secretaria de Políticas Culturais, da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura e da Secretaria do Audiovisual.

"Além desses órgãos, já houve esvaziamento da Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca e da coordenação do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas. Na teoria, depois de muita resistência da cultura, o governo golpista recriou o Ministério da Cultura, mas na prática está destruindo a cultura e querendo deixá-la nos porões da Esplanada", afirmou.

Fátima ressaltou ainda que, como a maioria da classe artística e dos militantes da cultura se levantaram em defesa da democracia e contra o golpe, o governo interino vem fazendo retaliações. "O governo vem realizando retaliações, provocando retrocessos para a política cultural do país. Isto é deplorável! Esse é um gesto mesquinho de desrespeito e de perseguição aos servidores, que afeta toda a cultura brasileira. Somente um governo sem legitimidade popular tomaria atitudes dessa natureza", ressaltou.

A senadora adiantou que irá propor uma audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado para debater o assunto, especialmente sobre a área do livro, da leitura e da biblioteca. " Essa não é uma política qualquer. O livro, a leitura e a biblioteca são áreas estratégicas para o desenvolvimento do país", concluiu.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247