Florestan Fernandes terá obras reeditadas para celebrar centenário

"A atualidade e o vigor de suas ideias são fundamentais para a compreensão da conjuntura nacional, por isso a reedição de suas obras, mais que oportuna, é absolutamente necessária", publica a Editora Contracorrente

247 - Político, sociólogo e considerado o fundador da sociologia crítica no Brasil, Florestan Fernandes terá sua obra reeditada pela Editora Contracorrente, em celebração ao seu centenário. Clássicos serão republicados com o intuito de "difundir e promover o notável pensamento de um dos maiores intelectuais brasileiros". 

"A atualidade e o vigor de suas ideias são fundamentais para a compreensão da conjuntura nacional, por isso a reedição de suas obras, mais que oportuna, é absolutamente necessária", anuncia a editora. 

A Coleção Florestan Fernandes será inaugurada com a publicação do clássico “A revolução burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica”. Na sequência serão publicados: “A função social da guerra na sociedade tupinambá”; “O folclore em questão”; “Fundamentos empíricos da explicação sociológica”; “A sociologia numa era de revolução social”; “A integração do negro na sociedade de classes”; “Educação e sociedade no Brasil”; “Circuito fechado”; “Pensamento e ação”; “Que tipo de república?”.

O primeiro volume chega às livrarias ainda no primeiro semestre de 2020.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247