Funeral de Dario Fo reúne milhares em Milão

Corpo do escritor, dramaturgo e Nobel de Literatura italiano, foi recebido na Piazza Duomo sob gritos de "Dario", após percorrer cerca de 3 kms no cortejo fúnebre que o levou do Piccolo Teatro Strehler, onde havia sido velado; debaixo de chuva, parentes, amigos e admiradores acompanharam o caixão pelas ruas do coração de Milão, ao som de "Bella ciao", música símbolo da Resistência Italiana

Corpo do escritor, dramaturgo e Nobel de Literatura italiano, foi recebido na Piazza Duomo sob gritos de "Dario", após percorrer cerca de 3 kms no cortejo fúnebre que o levou do Piccolo Teatro Strehler, onde havia sido velado; debaixo de chuva, parentes, amigos e admiradores acompanharam o caixão pelas ruas do coração de Milão, ao som de "Bella ciao", música símbolo da Resistência Italiana
Corpo do escritor, dramaturgo e Nobel de Literatura italiano, foi recebido na Piazza Duomo sob gritos de "Dario", após percorrer cerca de 3 kms no cortejo fúnebre que o levou do Piccolo Teatro Strehler, onde havia sido velado; debaixo de chuva, parentes, amigos e admiradores acompanharam o caixão pelas ruas do coração de Milão, ao som de "Bella ciao", música símbolo da Resistência Italiana (Foto: Realle Palazzo-Martini)

Da Agência Ansa

Milhares de pessoas acompanharam hoje (15) o funeral do escritor, dramaturgo e Nobel de Literatura italiano Dario Fo, realizado na praça do Domo de Milão, cidade onde ele vivia.

O corpo foi recebido sob gritos de "Dario", após percorrer cerca de 3 kms no cortejo fúnebre que o levou do Piccolo Teatro Strehler, onde havia sido velado. Debaixo de chuva, parentes, amigos e admiradores acompanharam o caixão pelas ruas do coração de Milão, ao som de "Bella ciao", música símbolo da Resistência Italiana.

O cortejo também contou com a presença de expoentes do partido populista e antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S), como as prefeitas de Roma, Virginia Raggi, e Turim, Chiara Appendino. Já na praça do Domo, as duas ganharam a companhia do fundador da legenda, o humorista Beppe Grillo. Fo era bastante próximo ao M5S e participou de diversos comícios da sigla.

"Apesar de tudo o que os outros fizeram, eles nunca baixaram a cabeça", declarou o filho de Fo, Jacopo, falando também de sua mãe, a atriz e dramaturga Franca Rame, morta em 2013.

Durante sua vida, o casal sempre teve problemas com a classe política na Itália devido às críticas sociais presentes em suas peças.

Conheça a TV 247

Mais de Cultura

Ao vivo na TV 247 Youtube 247