Globo de Ouro é acusado de corrupção por indicações de filmes e séries para o prêmio

Entre as produções suspeitas de terem relação com esse esquema, a série “Emily em Paris”. Reportagem denuncia um esquema de corrupção para indicar produções para o Globo de Ouro. Os membros da HFPA aceitariam dinheiro, vantagens e presentes para isto

Globo de Ouro
Globo de Ouro (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla em inglês) foi acusada de corrupção, em novas denúncias que surgiram em reportagem do jornal norte-americano Los Angeles Times, no domingo, 21. A HFPA é responsável pelas indicações e premiações do Globo de Ouro.

A reportagem, que teve acesso a documentos fiscais internos, conversas de emails e depoimentos de pessoas do grupo, denunciou um esquema de corrupção para indicar produções para o Globo de Ouro. Os membros aceitariam dinheiro, vantagens e presentes para isto.

Entre as produções suspeitas de terem relação com esse esquema, a série “Emily em Paris”, indicada a duas categorias do prêmio e produzida pela Paramount Network, que teria convidado membros da Associação para visitar as filmagens da série e a se hospedar num hotel cinco estrelas.

Um membro da HFPA disse à reportagem que a série "não pertence a nenhuma lista dos melhores de 2020” e que os comitês precisam parar de aceitar esse tipo de convite.

O Los Angeles Times ainda mencionou um documento de 2017 relacionado a pagamentos do estúdio Globes revela que a indicação de um filme à principal categoria do prêmio e a sua vitória poderiam render bônus de US$ 20 mil e US$ 30 mil, respectivamente, a membros do comitê.

O jornal também recebeu a gravação de uma reunião em que Lorenzo Soria, então presidente da HFPA, falou aos seus sócios que muitos membros da Associação haviam recebido cheques de subsídio do La Press Club.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email