Governo Trump pode surpreender, diz Oliver Stone

Siretor de cinema Oliver Stone afirmou nesta quarta-feira, 9, que o governo republicano de Donald Trump pode surpreender positivamente; "Ele pode surpreender. Eu tinha mais medo de Hillary Clinton, que é uma conservadora intervencionista e votou a favor de guerras. Trump para mim é um negociador, um homem prático", disse Stone, durante palestra de gestão empresarial em São Paulo; para ele, Trump tem mais condições de negociar com países como Rússia, em vez de adotar uma postura "de confronto", como a de Hillary

Siretor de cinema Oliver Stone afirmou nesta quarta-feira, 9, que o governo republicano de Donald Trump pode surpreender positivamente; "Ele pode surpreender. Eu tinha mais medo de Hillary Clinton, que é uma conservadora intervencionista e votou a favor de guerras. Trump para mim é um negociador, um homem prático", disse Stone, durante palestra de gestão empresarial em São Paulo; para ele, Trump tem mais condições de negociar com países como Rússia, em vez de adotar uma postura "de confronto", como a de Hillary
Siretor de cinema Oliver Stone afirmou nesta quarta-feira, 9, que o governo republicano de Donald Trump pode surpreender positivamente; "Ele pode surpreender. Eu tinha mais medo de Hillary Clinton, que é uma conservadora intervencionista e votou a favor de guerras. Trump para mim é um negociador, um homem prático", disse Stone, durante palestra de gestão empresarial em São Paulo; para ele, Trump tem mais condições de negociar com países como Rússia, em vez de adotar uma postura "de confronto", como a de Hillary (Foto: Aquiles Lins)

247 - O diretor de cinema Oliver Stone afirmou nesta quarta-feira, 9, que o governo republicano de Donald Trump pode surpreender positivamente. 

"Ele pode surpreender. Eu tinha mais medo de Hillary Clinton, que é uma conservadora intervencionista e votou a favor de guerras. Trump para mim é um negociador, um homem prático", disse Stone, durante palestra de gestão empresarial em São Paulo.

Segundo ele, Trump tem mais condições de negociar com países como Rússia, em vez de adotar uma postura "de confronto", como a de Hillary.

No Brasil para divulgar o filme dirigido por ele sobre Edward Snowden, Oliver Stone encontrou-se nessa terça-feira, 8, com o ex-presidente Luiz Iinácio Lula da Silva. Segundo o diretor, a esquerda americana precisava de um candidato como Lula (leia mais).

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247