Gusttavo Lima fugiu e largou banda ao ouvir tiros durante show

O cantor sertanejo, Gusttavo Lima, que defendeu recentemente nas redes o fim do Estatuto do Desarmamento e apoiou a candidatura de Jair Bolsonaro para a presidência, fugiu correndo e largou a sua banda e equipe para trás ao ouvir disparos durante um show seu em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, em novembro de 2017

O cantor sertanejo, Gusttavo Lima, que defendeu recentemente nas redes o fim do Estatuto do Desarmamento e apoiou a candidatura de Jair Bolsonaro para a presidência, fugiu correndo e largou a sua banda e equipe para trás ao ouvir disparos durante um show seu em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, em novembro de 2017
O cantor sertanejo, Gusttavo Lima, que defendeu recentemente nas redes o fim do Estatuto do Desarmamento e apoiou a candidatura de Jair Bolsonaro para a presidência, fugiu correndo e largou a sua banda e equipe para trás ao ouvir disparos durante um show seu em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, em novembro de 2017 (Foto: Leonardo Lucena)

Revista Forum - O cantor sertanejo, Gusttavo Lima, que defendeu recentemente nas redes o fim do Estatuto do Desarmamento e apoiou a candidatura de Jair Bolsonaro para a presidência, fugiu correndo e largou a sua banda e equipe para trás ao ouvir disparos durante um show seu em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, em novembro de 2017.

Em nota, na época, a assessoria do músico disse que “com 1 hora e 25 minutos de show o cantor Gusttavo Lima foi alertado sobre alguns disparos e, por segurança deixou o palco, pedindo para que sua equipe fizesse o mesmo”.

A caminho do hotel, Gusttavo foi informado que não houve vítimas fatais no incidente.

Assista ao vídeo publicado no Instagram do Blog Rodrigo Klyngerr

Ao vivo na TV 247 Youtube 247