Kleber Mendonça alfineta: “Bom saber que o cinema coreano tem forte investimento público”

O cineasta Kleber Mendonça Filho, diretor de Bacurau e Aquarius, usou as redes sociais para comentar sobre o contexto de intenso investimento público do cinema sul-coreano, que levou quatro estatuetas no Oscar com o filme “Parasita”, de Bong Joon-ho, além das leis de proteção aos filmes nacionais

Kleber Mendonça Filho
Kleber Mendonça Filho (Foto: Reprodução/Twitter)

Revista Fórum - Diretor de Bacurau e Aquarius, Kleber Mendonça Filho foi às redes sociais na madrugada desta segunda-feira (10) para comentar sobre o contexto de intenso investimento público do cinema sul-coreano, que levou quatro estatuetas na premiação do Oscar neste domingo (9) através do filme “Parasita”, de Bong Joon-ho.

O diretor usou o exemplo da Coreia do Sul para lembrar da importância da lei de proteção ao filme nacional. “Bom saber que o cinema coreano tem forte investimento público (dinheiro público) em formação, produção e exibição. E lá filme de boneco americano também passa, mas não toma 93% das salas porque isso é proibido, tem lei de proteção ao filme nacional. Como deve ser”, escreveu.

Leia a íntegra na Fórum

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247