Leoni "aconselha" Bolsonaro sobre Trump após OCDE: 'esquece ele, presida. Sai dessa relação abusiva'

Músico faz piada da decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de não apoiar mais a entrada do Brasil na OCDE, algo que era cantado como vitória pelo governo Bolsonaro. "Esse amor não correspondido...", escreveu Leoni no Twitter

(Foto: Reprodução (Youtube))

247 - O músico e compositor Leoni "aconselhou" Jair Bolsonaro pelo Twitter a esquecer o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seu "amor não correspondido", após a decisão do político norte-americano de não apoiar a entrada do Brasil na OCDE.

O apoio dos EUA ao Brasil em relação à OCDE era algo cantado como certo e vitorioso pelo governo brasileiro. "Esquece ele, presida. Sai dessa relação abusiva", brincou Leoni, ao compartilhar a notícia sobre o assunto.

Segundo uma cópia de uma carta enviada ao secretário-geral da OCDE Angel Gurria em 28 de agosto, o secretário de Estado Michael Pompeo rejeitou um pedido para discutir mais ampliações do clube dos países mais ricos. 

"Os EUA continuam a preferir o alargamento a um ritmo medido que leva em consideração a necessidade de pressionar pelo planejamento de governança e sucessão", afirmou a carta. O teor do documento foi publicado na Bloomberg News

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247