Livro avalia impacto do "partido da Lava Jato" na eleição de Bolsonaro

Livro “A Eleição Disruptiva – Por que Bolsonaro Venceu” (Editora Record), de autoria do economista Maurício Moura e do cientista político Juliano Corbellinie, avalia os impactos da Operação Lava Jato sobre a eleição presidencial de 2018.; para eles as investigações do "Partido da Lava Jato" embasaram as acusações do então juiz federal Sergio Moro e impulsionaram o anti-petismo e a posterior eleição de Jair Bolsonaro

247 - O livro “A Eleição Disruptiva – Por que Bolsonaro Venceu” (Editora Record), de autoria do economista Maurício Moura e do cientista político Juliano Corbellinie, avalia os impactos da Operação Lava Jato sobre a eleição presidencial de 2018. 

Para os autores, As investigações - empreendidas pela força-tarefa da operação – chamada pelos autores de Partido da Lava Jato -  e que embasaram as acusações do então juiz federal Sergio Moro, culminaram na prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva impulsionaram o anti-petismo e a posterior eleição de Jair Bolsonaro.  

No livro, os autores destacam que Bolsonaro soube aproveitar o esvaziamento dos partidos do centro político e a espetacularização da mídia em torno da operação. O livro leva o leitor a questionar como serão as próximas eleições ao indagar se este modelo poderá ser utilizado no futuro. “Nossa resposta, com todos os riscos que implica, é não”, dizem os autores.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247