Livro "Lula e a espiritualidade" tem primeiro lançamento neste domingo, em Curitiba

O livro surgiu a partir de uma correspondência de Lula com Mauro Lopes, editor do 247 e fundador do canal Paz e Bem, idealizador e organizador da obra. Numa carta em 16 de julho de 2019, Lula apresentou o tripé de sua espiritualidade, que dá título ao livro: “oração, meditação e militância”

Lula elogia curso sobre Canudos, do canal Paz e Bem, de Mauro Lopes
Lula elogia curso sobre Canudos, do canal Paz e Bem, de Mauro Lopes (Foto: Felipe Gonçalves)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Esmael Morais, em seu blog – Neste domingo (17), acontecerá em Curitiba o lançamento do livro “Lula e a Espiritualidade”, uma edição conjunta da Kotter Editorial e do portal de notícias 247. A obra “Lula e a espiritualidade: oração, meditação e militância” foi organizada pelo jornalista Mauro Lopes e reúne textos de 24 autores.

O teólogo Leonardo Boff, a monja Coen, Frei Betto, a Iyalorixá Adriana de Nanã, o rabino Jayme Fucs Bar são alguns dos 24 autores e autoras do livro.

O livro surgiu a partir de uma correspondência de Lula com Mauro Lopes, editor do 247 e fundador do canal Paz e Bem, idealizador e organizador da obra. Numa carta em 16 de julho de 2019, Lula apresentou o tripé de sua espiritualidade, que dá título ao livro: “oração, meditação e militância”.

O ex-presidente Lula faz apresentação da obra.

Serviço:

Lançamento do Livro “Lula e a Espiritualidade: oração,meditação e militância”
Domingo – dia 17 – 18h
Local: Mímesis Conexões Artísticas – Rua celestino Júnior, 189 – São Francisco (próximo ao Cemitério Municipal).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247